Crianças x Condomínios x Reclamações

Gargalhadas, correria, pula-pula, choradeira. Tudo isso é bastante comum em condomínios onde vivem crianças.

Elas querem brincar em qualquer lugar e a qualquer hora e, geralmente, isso acaba gerando conflitos com outros moradores, principalmente, aqueles que não têm filhos.

O que fazer nessas horas? Como proceder?

E quando mesmo brincando dentro do apartamento a criança causa incômodo?

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem ajudar, veja:

  • Respeitar regras, limites e não incomodar as pessoas também vale para as crianças. Os pais devem educá-las para isso.  
  • Quando há problemas, seria ideal uma reunião de condomínio para discussão das regras.  
  • Se a criança está incomodando mesmo ao brincar dentro do apartamento, o morador incomodado deve pedir ao porteiro ou ao zelador que ligue para a unidade que está incomodando e solicite silêncio.  
  • Isso não é falta de educação e o funcionário do condomínio não deve ficar constrangido. É preciso saber cumprir as regras estabelecidas em acordo com todos.  
  • Claro que é preciso cautela. A reclamação será procedente se o barulho que a criança estiver fazendo for em horário ou local indevido. É preciso lembrar que é da natureza das crianças brincar, correr, falar, dar risada, etc.  

Morar em condomínio requer respeito ao próximo e às regras para que o dia-a-dia seja tranquilo e sem problemas. 

...

Receba nossos materiais no email

Dicas, informações úteis, legislação e muito conhecimento sobre gestão e condomínios.

Downloads gratuitos